sábado, 26 de dezembro de 2009

O melhor livro sobre nada

Para mim, a pior coisa da televisão é que todo mundo que você vê na tela está fazendo alguma coisa melhor do que você.
Você nunca vê ninguém na televisão esparramado no sofá com farelo de batata frita na camisa.
Algumas pessoas se divertem demais na televisão. Esse pessoal dos anúncios de refrigerantes — onde é que eles arranjam tanto entusiasmo? Você já viu? "Temos refrigerante, temosrefrigerante, temos refrigerante!" Pulando, rindo, se atirando
no ar. É só uma lata de refrigerante!
Você já ficou ali sentado, olhando a TV, e repara que está bebendo o mesmo refrigerante que estão anunciando? E eles estão jogando vôlei, andando de jet-ski, com as garotas de biquini.
Você sentado ali, pensando: "Vai ver que estou botando gelo demais. Não consigo nada.



Mas tem uma coisa boa em ser adulto. O bom é que, se eu quero comer um cookie, eu como um cookie. Entendeu? Eu como três cookies, ou quatro cookies, ou onze cookies se quiser.
E daí? "Antes do jantar, não." "Não muitos." "Você já comeu bastante." "Agora, não." Acontece, que agora eu sou adulto,passa para cá esses cookies. As vezes, eu, de propósito estrago meu apetite. Faço um estrago completo. Aí, eu telefono para
minha mãe logo depois, para contar: "Alô, mãe? Acabei de
arruinar meu apetite comendo cookies."
E o que tem isso? Como adultos, nós sabemos que, se você estraga seu apetite, logo vem outro apetite. Não tem o menor perigo de acabarem os apetites.


No meu quarteirão, uma porção de gente leva seus cachorros para passear, e sempre andam com aqueles saquinhos de plástico para coco. Para mim, essa é a atividade mais baixa do ser humano. Andar atrás de um cachorro com um saquinho para pegar coco. Esperando que ele faça coco para você pegar e ficar andando com um saquinho cheio de coco. Se houver alienígenas observando a Terra com telescópios, eles
vão pensar que os cachorros são os líderes do planeta. Se você vê duas formas de vida, uma faz coco e a outra carrega o coco, quem é que você pensaria que está por cima?
É o que eu digo. Se depois de 50 mil anos de civilização chegamos a este ponto, é melhor desistir. Estou falando sério, vamos cair fora. Não vale a pena. Digamos que a raça humana é uma ideia que não deu certo. De início parecia boa, a gente ficou se esforçando um tempo, mas acabou não funcionando.
Fomos até a lua, mas acabamos carregando saquinhos com coco de cachorro. Em alguma hora as coisas deram errado.
Vamos dar a vez agora aos insetos, ou quem for o próximo na fila.

Jerry Seinfeld

4 comentários:

  1. hahahsuaHSUAhsuaHSUAhushaU


    ri


    e adorei

    ResponderExcluir
  2. dsauhdsa
    to rolando de rir
    E por isso que eu não levo meus cachorros pra passear...

    E pode levar o chapeu de papai noel, eu uso se vc pedir com jeitinho :p

    bjus

    ResponderExcluir
  3. Eu acho o máximo, gente q carrega sacolinhas para recolher o cocô. Isso é uma das qualidades q alguns seres humanos tem, de baixar a cabeça e recolher o cocô do seu cachorro, pq ele merece. Pq vc não é melhor q ele e pq ele tem tantos direitos qnt vc. É uma responsabilidade e uma consciência q vc assume, de colaborar com a limpeza e com o seu cachorro, pq ele depende de vc nessa parte, afinal, ele não sabe dar descarga. É como limpar a bunda de um bebê, q precisa de vc, pra isso.

    ResponderExcluir
  4. Chego a pensar q se um ser humano é capaz de recolher cocô de cachorro, é pq a raça humana ainda tem salvação.
    A TV é uma mentira, as pessoas de lá são todas iguais a gente, mas infelizmente, muitas pessoas estão condicionadas a achar q o outro é sempre mais legal q a gente, isso é mais um erro da raça humana, de acreditar no q a tv diz, qnd deveria acreditar no q ele mesmo vive. A tv é uma mentira.

    ResponderExcluir